Necessitam-se cantores de intervenção (outra vez)

A banda norte-americana Green Day surpreendeu o público com uma versão diferente de uma das suas mais recentes canções “Bang Bang”, esta segunda-feira no American Music Awards. A banda punk protestava contra Trump, o racismo e o fascismo, introduzindo na música as palavras “No Trump, no KKK, no fascist USA”. Não sei o que significou … Continue reading Necessitam-se cantores de intervenção (outra vez)

Hasta la vitoria, siempre!

Fidel Castro despediu-se deste mundo. Mas o mundo não se despede de Fidel Castro. O seu legado é incontornável, apesar dos amores e ódios que gerou. Fidel mostrou que é possível manter a dignidade e a independência perante a imposta submissão dos poderosos. Liderou um povo durante meio século, sob condições extremamente difíceis, mantendo-o à … Continue reading Hasta la vitoria, siempre!

Rábula das declarações de património à moda de Marcelo e dos Gato Fedorento

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) vem enchendo os nossos dias há largos meses. Há muitos mais do que devia. Os portugueses levaram-na de férias no Verão, acomodando entre o fato de banho e o chapéu-de-sol a recapitalização e a nova administração, juntamente com o muito que se disse sobre as duas. Nem a bela … Continue reading Rábula das declarações de património à moda de Marcelo e dos Gato Fedorento