Greve dos enfermeiros: quando a ética se transforma em jogo sujo

O ministro Adalberto Campos Fernandes está a protagonizar um braço de ferro na saúde em Portugal. Acossado de um lado pelos enfermeiros parteiros e do outro pelos médicos, o titular da pasta revela-se intransigente nas negociações (ou na falta delas) e enfrenta uma greve dura dos enfermeiros já esta semana. E a dos médicos em … Continue reading Greve dos enfermeiros: quando a ética se transforma em jogo sujo

Ensaio sobre as novas relações laborais

A forma como trabalhamos e como consumimos está mesmo a mudar. Nesta era da globalização e da virtualidade, cada vez mais se prestam serviços. As figuras do empregador e do trabalhador esfumam-se em hologramas intangíveis. E com eles somem-se as responsabilidades. É moderno e fruto do avançar dos tempos, dizem. E isso não é necessariamente … Continue reading Ensaio sobre as novas relações laborais

Esqueçam o burquíni. Vamos proibir a sunga!

Na Europa da democracia, das liberdades e do secularismo, há quem queira espoletar (mais) uma guerra. Desta vez ao burquíni, que foi banido de quinze cidades balneares francesas. Será que o país da moda e dos grandes criadores se sente ameaçado por esta peça de alta costura? Ou será o burquíni antes uma ameaça às … Continue reading Esqueçam o burquíni. Vamos proibir a sunga!

O medo mora connosco

O ocidente tem sido fustigado por uma ameaça terrorista sem precedentes nas últimas semanas. Os atentados sucederam-se quase diariamente, vindos das mais diversas fações, desde o radicalismo islâmico até à extrema-direita. Apesar do sobressalto, europeus e americanos recusam-se a ceder ao terror e a abdicar das suas liberdades. Contudo, o medo mudou-se para os nossos … Continue reading O medo mora connosco

A luta no porto de Lisboa como em França

Estamos tão habituados a abdicar de direitos pelo suposto motivo do interesse nacional e da revitalização da economia, que nos soa a estranho e até perverso haver quem lute aguerridamente por tais direitos. Estamos demasiado habituados. Demasiado conformados. Ao cabo de anos de recuo, onde está a recuperação económica? Para onde foi o crescimento e … Continue reading A luta no porto de Lisboa como em França